O pau negro do treinador

Depois de provar a rola negra do treinador, tudo mudou!

Oi galera, vou contar a vocês um pouco da minha história no time de basquete e vão entender como o pau negro do treinador mudou minha vida!

Sou o único branquelo em um time de basquete cheio de negrões, daqueles preparados, com braços gigantes e que as garotas sempre estão de olho, porque só pelo tamanho dos caras, já dá pra se ter uma ideia de como são as rolas.

Mas voltando ao assunto, numa final de campeonato, notei que sempre que eu estava livre, os caras não passavam mais a bola pra mim, e fiquei conhecido como o cara ruim do time.

Depois de vencermos a partida, todos foram ao vestiário comemorar, comendo as garotas da torcida, e só eu não comi ninguém… Também, não tinha como competir com aquelas pirocas enormes dos negrões.

O que me sobrou foi o pinto negro, grosso e cheio de veias do treinador, que meteu na minha bundinha apertada e me deixou todo arrombado… E a partir desse dia eu virei a putinha do time, fudendo muito ao término de cada partida, só que agora eu trepava com o cu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.